Crise dos reféns na Argélia

O que se temia há meses aconteceu: a penetração dos extremistas islâmicos no Mali alastrou a um país vizinho, neste caso a Argélia, provocando ali uma situação de grande gravidade.
No momento em que escrevo estas linhas ainda é cedo para dizer com certeza qual foi a dimensão da matança no campo de gás de Amenas, mas mesmo assim podemos tirar pelo menos uma conclusão.
Dada a rapidez e a violência da resposta militar do governo argelino, é notório que a sua preocupação com a sobrevivência dos reféns é secundária. A sua primeira prioridade é resolver o sequestro o mais rapidamente possível, evitando uma tempestade mediática que apenas beneficiaria os atacantes e, simultaneamente, a possibilidade de interferências externas. Não é por acaso que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, já veio dizer que gostaria de ter sido avisado com antecedência da acção militar argelina. Ele não foi e Obama também não deve ter sido.
Com esta resposta em força. os argelinos tentam dar um aviso muito forte a todos os extremistas que possam sentir-se tentados a copiar o exemplo de Mokhtar Belmokhtar: não negociamos, não cedemos e não esperamos; quem usar a força contra nós terá como resposta imediata a força, independentemente de haver estrangeiros no meio ou não.
O governo de Argel não admite ameaças à principal fonte de receitas do país, o gás natural. Ataques deste tipo podem causar-lhe enormes danos económicos, e até instabilidade política.
É preciso também não esquecer que a Argélia é o terceiro maior fornecedor da Europa e que 40% do abastecimento português vem dali, fazendo da Argélia um dos nossos maiores parceiros comerciais. Este mapa mostra bem como é que os dois países estão muito mais próximos e unidos do que poderia parecer à primeira vista. Portugal tem interesses, e bem grandes, a defender na Argélia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: