França intervém no Mali

aqui tínhamos falado do papel activo que a França estava a ter na crise do Mali. Hoje, o presidente François Hollande deu um passo decisivo nesse envolvimento ao anunciar que forças militares francesas estão a apoiar o exército maliano nos seus combates contra as forças islamitas que tomaram a cidade de Konna na quinta-feira. Para já, está confirmado um ataque aéreo, mas também foi noticiada a chegada de tropas. Sabe-se que militares nigerianos e senegaleses também estão a colaborar neste esforço.
A acção directa de Paris naquele cenário certamente não começou hoje, mas era suficientemente pequena e discreta para poder ser obfuscada. A comunicação de Hollande indica que agora é necessário um esforço de larga escala, que “durará o que for necessário”.
Para além de ter pedido a intervenção francesa, o Presidente do Mali também declarou o estado de emergência. Isto dá a entender que a situação militar é delicada e que se teme uma penetração profunda dos islamitas no sul do país. Hollande diz mesmo que eles “procuram dar um golpe mortal na própria existência do Mali”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: