Incêndio na Baptista de Andrade

Corveta Baptista de Andrade (Marinha Portuguesa)
Foto: Departamento de Defesa dos EUA

A corveta Baptista de Andrade, da Marinha Portuguesa, teve um incêndio a bordo na última madrugada. O fogo deflagrou na casa das máquinas, uma zona vital do navio, mas foi controlado em meia-hora, segundo a Armada. A Baptista de Andrade pôde prosseguir pelos seus próprios meios para Sines, onde oito marinheiros foram levados para o hospital, devido a intoxicações. Todos eles tiveram alta esta manhã.

Não há nenhum dado que nos permita concluir que este acidente está relacionado com a idade provecta do navio (38 anos), até porque a Marinha tem um excelente registo de segurança, mas também não vale a pena esconder o óbvio: as corvetas das classes Baptista de Andrade e João Coutinho já não deviam estar ao serviço. Para além de serem obsoletas, exigem recursos humanos e materiais desproporcionados às missões para as quais estão destacadas (patrulha e busca e salvamento).

Nesta altura, as sete embarcações já deviam ter sido substituídas pelos famigerados navios de patrulha oceânica (NPO), mas esse programa de reequipamento está parado e não se prevê se e quando será retomado. Tema para outro post. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: